Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Menos Um Carro

Blog da Mobilidade Sustentável. Pelo ambiente, pelas cidades, pelas pessoas

Menos Um Carro

Blog da Mobilidade Sustentável. Pelo ambiente, pelas cidades, pelas pessoas

Mais uma ciclovia pintada por ativistas em Lisboa

MC, 03.06.20

Na madrugada do Dia Mundial da Bicicleta, vários cicloativistas tentaram fazer aquilo que a CML já deveria ter feito há muito: uma melhor partilha da Av Roma entre automóveis e bicicletas.

Manifesto da intervenção:

Esta intervenção é uma iniciativa cidadã levada a cabo por um grupo de utilizadores de bicicleta, anónimos sem qualquer associação entre si ou com outras entidades, que tem por objectivo ligar as recém-realizadas ciclovias da Praça de Londres, Avenida Guerra Junqueiro e Avenida Manuel da Maia, à ciclovia com mais de 10 anos que liga a estação do Areeiro a Entrecampos, para assinalar o Dia Mundial da Bicicleta.

Esta acção é um sinal de encorajamento à Camara Municipal de Lisboa, para mostrar total apoio às “ciclovias pop-up” que têm sido feitas nas últimas semanas (sem ter sido, até ao momento, anunciado oficialmente um plano concreto de mobilidade para resposta à pandemia) e alertar para a necessidade de acelerar o muito que está por fazer.

É urgente implementar já todas as ciclovias que estavam planeadas para os próximos anos, e ampliar esse planeamento para que todas as zonas de Lisboa sejam servidas por ciclovia.

Ainda vivemos a Maior Pandemia do Século de uma Doença Respiratória, que estudos apontam ser seriamente agravada pela poluição atmosférica – que já era um grave problema para a saúde dos cidadãos antes da pandemia.

É hora de agir. Assim como no pós-terramoto de 1755 não se fez a reconstrução da cidade de Lisboa nos moldes da cidade medieval, depois do estado de emergência, a mobilidade dos cidadãos não pode voltar aos moldes pré-Covid-19.

Precisamos de mais ciclovias, a funcionar em rede interligadas entre si e ligadas aos principais acessos cicláveis dos concelhos limítrofes, que garantam a todos os que vivem, estudam e trabalham em Lisboa, ou visitam a cidade, possam deslocar-se de qualquer ponto da cidade a outro em qualquer horário, de forma rápida, confortável e acima de tudo segura.

Precisamos de uma rede de ciclovias que assegure a nossa segurança bem como dos nossos filhos, dos nossos netos. Queremos deslocar-nos de forma mais segura e queremos que sejam facultadas as condições para que ainda mais gente opte pela mobilidade suave, activa e limpa na nossa cidade.

É urgente reduzir drasticamente os veículos com motor a combustão do centro da cidade para diminuir a poluição atmosférica. É urgente reduzir a velocidade automóvel nas ruas e avenidas de Lisboa para 30km/h de forma a diminuir a poluição e a sinistralidade rodoviária dentro do concelho.

Sendo precisamente neste ano de 2020 a Capital Verde Europeia e a VeloCity em 2021, Lisboa tem a responsabilidade e a oportunidade de ser o farol para o futuro da mobilidade, não só do país, mas da Europa.

(* a solução correcta a implementar definitivamente seria uma ciclovia segregada em cada sentido em toda a extensão da avenida)


https://sites.google.com/view/ciclomanifesto/

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.