Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Menos Um Carro

Blog da Mobilidade Sustentável. Pelo ambiente, pelas cidades, pelas pessoas

Menos Um Carro

Blog da Mobilidade Sustentável. Pelo ambiente, pelas cidades, pelas pessoas

Para quem acredita que a velocidade é inofensiva

MC, 06.11.07
Portugal viu num curtíssimo espaço de tempo vários acidentes rodoviários onde houve dezenas de vítimas mortais, não tendo nenhuma delas a mínima culpa no caso. Em todos os casos uma velocidade menor teria claramente evitado ou diminuído a tragédia.
Hoje todos nós lamentamos as notícias entre um trago de arroz e um gole de água ao jantar. Amanhã voltamos hipocritamente a conduzir a 90km/h na cidade e a 150 fora dela, a vociferar contra controlos policiais, radares, "leis ultrapassadas" e "caças à multa" e a defender esse lugar-comum cheio de nada da "educação dos condutores".
Para quem ainda acredita em fadas e que a velocidade é inofensiva aqui ficam uns dados reveladores.


Probabilidade de o atropelado morrer (fatality) ou ficar gravemente ferido (non-minor injury). Gráfico do Department of Transport britânico

Recolha de casos onde a velocidade máxima legal foi aumentada ou diminuída em vários países, feita pelo Department of Transportation americano (ver capítulo SPEED LIMITS AND SAFETY). Dos vários estudos aí referidos há sete onde há estatísticas quanto ao número de mortes:
  • Diminuição de 110km/h para 90km/h: Redução de 21%
  • De 60 para 50: redução de 24%
  • De 130 para 120: redução de 12%
  • Aumento de 89 para 105: aumento de 21%
  • De 89 para 105: aumento de 22%
  • De 89 para 105: aumento de 15%
  • De 89 para 105: aumento de 36%

P.S. este blogue fez ontem um ano de vida, tendo começado exactamente com um post sobre os mais de 100 mortos diários nas estradas europeias. Mais importante do que saber que ele agora está no top500 (medido e bem em links e não em visitas diárias) dos blogs lusófonos, é ver a quantidade de gente que concorda com o que aqui é escrito.

4 comentários

Comentar post