Terça-feira, 26 de Janeiro de 2010

Já tardava

Hoje ficámos a saber que o estacionamento automóvel em Lisboa, nas zonas controladas pela EMEL (o que é bastante diferente dizer que é em toda a cidade), estará sujeito a tarifas mais caras consoante a área escolhida. Nalgumas áreas, presumivelmente no centro da cidade, o estacionamento aumentará em 40% e o tempo de residência do automóvel diminuirá para metade. Uma medida a aplaudir, portanto e que aliviará a pressão automóvel sobre os lisboetas e o espaço público.

 

Para quando uma reacção do Sr. Carlos Barbosa do ACP? Aceitam-se apostas.

 

Queria no entanto partilhar convosco algumas pérolas da caixa de comentários do jornal Público; tal espaço não é nada mais nada menos do que a antecâmara da sociedade portuguesa. Dividi as opiniões entre aquelas que apoiam a medida, as que estão contra e as que apesar de serem contra centram a sua crítica na EMEL e não no aumento das tarifas.

 

A FAVOR

 

Acho muito bem!

Epa a malta dos suburbios ta chateada! Pois eu como residente acho muito bem! Deviam aumentar era ainda mais, para ver se os Lisboetas ficam com mais qualidade de vida e os residentes dos suburbios comecam a ir de transportes publicos para Lisboa. Eu como lisboeta nao gosto de ver a minha cidade inundada dos carros dos amadorenses, sintrenses, almadenses etc etc. A CML existe para defender os interesses dos residentes de Lisboa, nao dos residentes dos suburbios. Os lisboetas querem mais qualidade de vida e menos carros. Em Amesterdao sao 4 Euros/hora para estacionar no centro.

Andem de mota

Para mim é me completamente indiferente, vou de mota todos os dias para o centro da cidade e estaciono á porta do emprego. Quando vou á baixa, estaciono nos sitios indicados para motos, sem pagar qualquer cêntimo. Se mais gente adopta-se este comportamento, como é usual no resto da Europa, ficariam mais lugares vagos para quem realmente necessita.

 

Medida interessante

Esta é uma boa medida já que permite, em princípio reduzir o movimento automóvel na capital. Porém acho que se deviam restringir o número de automóveis por habitante, porque há pessoas com 6 automóveis. Quero só salientar que no tempo de joão soares foram abatidas árvores centenárias para abrir espaço para os parques de estacionamento - salvé ps da direita!!!

 

CONTRA


bloqueiem os parquíemtros! danifiquem-nos! impeçam esta gente de encher os bolsos à custa de quem não tem alternativa para deixar os carros. eu trabalho no centro de lisboa, sou obrigado a levar carro pelas muitas deslocações que tenho de fazer durante o dia, e o preço que pago por um dia de estacionamento chega-me aos 8 euros/dia.

 

É Gamar à vontade !

Esses Camaradas gamam à vontade sem se preocuparem com as pessoas que precisam de andar de automóvel em Lisboa... pois necessitam desse meio de transporte para ganhar a vida, já tão atribulada ! Deste modo a Emel quer ajudar os Ricos e bem nascidos a terem sempre lugar onde quizerem, pois uns cêntimos a mais ou a menos nas algibeiras do Capitalistas não os afetam em nada ! Isto é uma pouca vergonha à moda do Sócrates e do Costa da Câmara de Lisgoa ! E lembrar-me eu do antigo Ditado: "Ao menos, os nossos maiores deixaram-nos as ruas livres" para as usufruirmos ! Isso foi "Chão que já deu Uvas" ! Com o Pinóquio e os seus Apaniguados acabaram-se as Ruas Livres !

 

Mais dinheiro para os proxenetas do costume

Numa cidade extremamente mal planeada e sobrelotada (muito bonita para turistas, infernal para pessoas activas), deviam adequar os parquimetros...às zonas de trabalho e habitação. Eu adorava trabalhar fora de Lisboa! E ir a pé ou de transportes para o emprego.As medidas deveriam ser pró-emprego e pró-industria e não pró-turistas!! Quem mora ou trabalha: selo de estacionamento. E preços decentes! Os outros: PQOP. E em vez de popularem zonas sem condições (como o Chiado), experimentem tirar de la os serviços e o comércio. São proto-aldeias que não foram construídos para os tempos modernos, e devem ser simplesmente utilizados para dormitórios. A mania das cidades portuguesas de "acotovelarem" tudo no centro, causa este caos.

 

  

CRÍTICOS DA EMEL

 

Estamos a saque

Não aos parquímetros, partam, destruam, sim ao policiamento. a emel está a explorar aquilo que foi dado ao cidadão, o espaço público, isto é um roubo e um atentado aos direitos dos cidadãos. o comércio de lisboa ainda vai sofrer mais com isto. as pessoas e as empresas deixarão de ir a lisboa e de se instalarem em lisboa... em troca dos chorudos euros que retiram ao bolso do cidadão que precisa de se deslocar e trabalhar em lisboa... Este país está a saque das empresas ladronas autorizadas pela CMLisboa também cúmplice nos roubos ao cidadão e em especial ao Lisboeta.

  

 ladrões ladrõesa socidedade de ladrões que compôem a Emel rouba com a conivência da camâra de Lisboa, mas que abuso de espaço público !!!!! já não basta os impostos que pagamos ainda temos que subsidiar uma empresa pseudo-privada!?!?! mas este aumento deve-se porque ??? porque os gestores querem comprar carros novos ??? ladrões !!!!!!!

 

 

publicado por TMC às 14:07
link do post | favorito
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

subscrever feeds

autores

pesquisar

posts recentes

CML acha que é sua função...

As portagens não chegam a...

Agora é Pontevedra a most...

Portugueses, o segundo po...

Será Lisboa a cidade mais...

EMEL manda os automobilis...

Fernando Medina, olhe par...

Super-quarteirões em Barc...

A revolução anti-automóve...

A ineficência do automóve...

tags

lisboa

ditadura do automóvel

ambiente

bicicleta

cidades

portugal

peões

estacionamento

sinistralidade

carro-dependência

transportes públicos

bicicultura

economia

espaço público

comboio

auto-estradas

automóvel

trânsito

energia

portagens

todas as tags

links

arquivos

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Outubro 2017

Setembro 2017

Julho 2017

Junho 2017

Janeiro 2017

Setembro 2016

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006