Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Menos Um Carro

Blog da Mobilidade Sustentável. Pelo ambiente, pelas cidades, pelas pessoas

Menos Um Carro

Blog da Mobilidade Sustentável. Pelo ambiente, pelas cidades, pelas pessoas

Parabéns Galp!

MC, 06.04.09

A Galp lançou um programa de Car Pooling, ou partilha das viagens de carro (infelizmente chamou-lhe galpshare o que ajuda a confundir entre car sharing e car poolng) com uma forte e interessante campanha publicitária. O galpshare  junta-se assim ao CarPool e o Dê Boleia. O funcionamento é semelhante, uma pessoa que queira fazer um determinado percurso num determinado dia ou regularmente, deve registar essa informação indicando o contacto e se quer partilhar o seu carro ou viajar no carro de outrém. Sendo que a Galp é a principal afectada pela promoção do car pooling, e tendo a capacidade de realmente criar uma iniciativa com muitas adesões, a gasolineira está obviamente de parabéns!

 

Gosto especialmente da campanha publicitária. A campanha Solitários do Asfalto na rádio "chateia" o automobilista por passar horas sozinhos dentro do carro, incentivando a partilhá-lo. Mas o spot na TV (45 seg) vai mais longe:

 

Ele mostra o absurdo da mobilidade em automóvel nas cidades, onde levam em média 1,4 pessoas. É pena que o foco do texto seja a energia gasta, porque todo o spot parece ter sido construído para explicar a maior estupidez do automóvel na cidade: o espaço que ocupa. Quase todos os problemas são causados pelo espaço. O congestionamento não existiria se cada pessoa andasse de bicicleta/mota ou autocarro, ocupando menos espaço. E o congestionamento reduz a velocidade de circulação e a frequência dos autocarros, duplica o tempo de viagem e o stress, triplica os gastos em combustível e a poluição. Por culpa do espaço ocupado é necessário construir grandes viadutos, túneis, e parques de estacionamento, é necessário haver semáforos (o que por sua vez também causa congestionamento, etc.). A própria sinistralidade é causada pelo espaço ocupado (imaginem uma mota em vez de cada carro). A monopolização do espaço público por parte do automóvel, não permite mais praças e jardins, ocupa passeios e impede uma fácil de circulação dos peões. Tudo culpa do espaço ocupado.

Depois de lerem este sermão, revejam o filme, e digam lá se não é muito bom.

 

Não, eu não acho que uma gasolineira deva ser criticada pelo simples facto de ser uma gasolineira. Nem acho que tenha uma obrigação moral maior em termos de respeito pelo ambiente. As leis é que devem ser mais exigentes, e as autoridades menos complacentes, mas tratando todos por igual. O GreenWash é diferente, mas isto não é claramente um caso de Greenwash.


Enviado pelo leitor P.A. Uma notícia no DN onde se diz que Portugal vai transcrever uma directiva europeia que reforça a cooperação judicial na UE, em termos de pagamentos decididos judicialmente (indeminizações, multas, etc.). Estão em causa crimes como terrorismo, tráfico de armas, exploração sexual de crianças e pornografia infantil, tráfico de armas, tráfico de órgãos humanos, etc. Mas qual é o título que o DN escolheu? Escolheu aquilo realmente preocupa o povo: Multas apanhadas na UE vão ser cobradas em Portugal