Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Menos Um Carro

Blog da Mobilidade Sustentável. Pelo ambiente, pelas cidades, pelas pessoas

Menos Um Carro

Blog da Mobilidade Sustentável. Pelo ambiente, pelas cidades, pelas pessoas

Repórter Menos Um Carro

MC, 01.04.09

O Gonçalo do Ma Fyn Bach envia-nos estas fotografias da zona ribeirinha de Lisboa. Bem junto ao novo terminal para barcos, onde se poderia esperar que houvesse autocarros para facilitar a articulação dos transportes públicos, o que existe na realidade é

 

 

um parque de estacionamento privado para a TransTejo. Depois há esta colocação estranha de pilaretes,

 

 

que mais parecem servir para afastar os peões dos carros que ao contrário. A poucos metros, temos o habitual espectáculo,

 

 

porquê desperdiçar espaço com o passeio, se lá cabem duas filinhas de popós. Os peões podem sempre ir pelo alcatrão. Mas respeitem o espaço dos automóveis, senão ainda são culpados pelo vosso próprio atropelamento. Mais à frente, há estacionamento selvagem,

 

 

 

em frente a um estacionamento totalmente vazio,

 

 

mas pago. Os outros que paguem pelo meu uso do espaço público.

 


A ler, também uma contribuição de outro leitor (L.R.), O código das estradas no Jornal de Negócios:

Quando se faz uma estrada, está-se a criar uma infra-estrutura moderna. Quando se faz disso o modelo de desenvolvimento económico, está-se a criar uma estrutura atrasada. Está a acontecer com Sócrates como aconteceu com Cavaco.
(...)
Portugal já é dos países da Europa com mais quilómetros de estradas "rápidas" (auto-estradas, IC e IP). A utilidade marginal de cada novo quilómetro é cada vez menor. E como já se viu com as urgências, escolas e tribunais (que em boa política têm encerrado), uma estrada a mais não é necessariamente melhor que uma estrada a menos. Até porque gastar ali é não investir acolá: reabilitação urbana, por exemplo, que gera crescimento rápido e preenche necessidades prementes.

2 comentários

Comentar post