Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Menos Um Carro

Blog da Mobilidade Sustentável. Pelo ambiente, pelas cidades, pelas pessoas

Menos Um Carro

Blog da Mobilidade Sustentável. Pelo ambiente, pelas cidades, pelas pessoas

Vale sempre a pena lembrar: conduzir depressa custa... e muito!

MC, 25.06.08

Para quem precisa mesmo, mesmo, mesmo (mesmo?), mesmo de andar de automóvel é sempre bom lembrar que as velocidades altas pagam-se, e pagam-se bem.

 

A revista alemã Auto Bild fez uns testes medindo o consumo de combustível consoante a velocidade:

 

A velocidades entre os 100 e os 150 km/h, o consumo aumenta qualquer coisa como 0,8l/100km por cada 10km/ de velocidade, sendo que o aumento é bem maior nos motores a gasolina (a amarelo nos gráficos).

Por exemplo, numa viagem Lisboa-Porto para se ganhar 10 minutos, é preciso gastar  pelo menos mais 2,4l ou seja mais 3,5€. Vale a pena por 10 minutos? E digo "pelo menos" porque conduzir rápido numa estrada com trânsito implica mais travagens e acelerações, logo muito mais consumo.

 

Para quem não liga ao dinheiro vale a pena lembrar o aumento da sinistralidade com a velocidade, e que todas as emissões poluentes sobem com a velocidade a partir dos 80km/h.

 

Outras dicas da revista alemã:

Menos peso (menos 0,5l por cada 100kg)

Nada no tejadilho (bicicletas podem aumentar até 4,6l)

Pneus cheios (menos 0,2 bar significa mais 2% de consumo)

Bom lubrificante (mais 10€ na compra mas menos 5% no consumo)

Revisões frequentes

Não esperar enquanto o motor aquece

Acelerações a fundo (está bem traduzido!) em vez de acelerações lentas quando a baixas rotações e com motor a gasolina

Mudanças baixas (a 50km/h a quinta gasta menos 4,7l do que a segunda)

Deixar ir em vez de acelerar e travar na cidade

Poupar na electricidade (ar condicionado 0,7l, faróis de nevoeiro 0,3l, rádio 0,2l)

Desligar o motor quando parado (menos 1l na cidade)

Combustível normal em vez de super

 


Leitura recomendada: High Fuel Costs Could Spur a New Rationalism

6 comentários

Comentar post