Segunda-feira, 16 de Janeiro de 2017

Acabou a maior vergonha no desenho do espaço público lisboeta

Escrevi sobre várias vezes sobre o caso vergonhoso da Av. Fontes Pereira de Melo. Numa das principais e mais centrais avenidas lisboetas, era impossível descer a avenida a pé de um lados porque não havia passeio. E não foi uma situação temporária que se prolongou, foi uma decisão consciente feita há décadas atrás.

0001_M.jpg

Foto de 1967 do Arquivo Municipal, nos últimos anos em que foi possível caminhar pelo passeio

O edifício do Imaviz e o arranjo urbano foram inaugurados no início dos anos 70, e durante mais de 40 anos os peões que caminhavam a avenida pelo lado do Imaviz tinham de caminhar pelo alcatrão (o que fazia a grande maioria), ou por um passadiço do próprio edifício que acabava numas escadas inclinadas. Tudo isto acabou graças à remodelação do eixo central. Abaixo imagens do antes e do depois:

Picoas B.jpeg

Peões na estrada antes, no passeio depois

picoas A.jpg

O passeio acabava sem alternativa, hoje há uma pequena zona verde onde era o mini-passeio

Picoas C.jpeg

O passeio junto à avenida era interrompido bruscamente e os peões tinham de atravessar duas ruas secundárias pela direita para poder continuar; hoje o passeio é contínuo

 

Muito obrigado António Costa e Fernando Medina pelo fim deste pesadelo.

publicado por MC às 23:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 18 de Abril de 2007

Onde está o passeio nas Picoas? V

Denunciei o absurdo aqui e aqui. Obtive entretanto respostas da Junta e da Câmara. Entretanto a situação (total ausência de passeio em frente ao Hotel Sheraton) alterou-se. Onde havia isto:

agora tem-se isto

E isto

passou a isto

Enquanto a primeira me parece uma importante melhoria (esperando que passe de provisória a definitiva), a segunda alteração é um pouco incompreensível. Imagino um burocrata no seu escritório a tomar a decisão de impedir os automóveis de estacionarem sobre o passeio... A questão é que o passeio não existe. Curiosamente há uns peões mais destemidos, que saltam os gradeamentos e fazem o percurso como se pode perceber pelo desgaste do "canteiro".
Mas senhores, será que a Avenida Fontes Pereira de Melo não merece um passeio, vá, pelo menos de meio metro de largura? Vá lá, só meio metro. Os restantes 100 podem ir para trânsito e estacionamento.
publicado por MC às 19:15
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2007

Onde está o passeio nas Picoas? II

Antes do meu post sobre a ausência de passeios na zona de Picoas que obriga os peões a caminharem pela rua, escrevi uma carta à Câmara e à Junta de Freguesia alertando para o problema. O Presidente da Junta foi rápido em responder à minha carta! Embora a sua versão do problema seja um pouco mais soft (e com alguns erros) ele reconhece a grave falha, menciona uma conversa com os técnicos da freguesia, e promete contactar os serviços municipais para a resolução. Os meus parabéns!
publicado por MC às 11:28
link do post | comentar | favorito

subscrever feeds

Google (lousy) Translation

autores

pesquisar

posts recentes

Acabou a maior vergonha n...

Onde está o passeio nas P...

Onde está o passeio nas P...

tags

lisboa(224)

ditadura do automóvel(215)

ambiente(208)

bicicleta(157)

cidades(114)

portugal(113)

peões(103)

sinistralidade(74)

estacionamento(71)

carro-dependência(67)

transportes públicos(66)

bicicultura(62)

economia(58)

espaço público(58)

comboio(48)

auto-estradas(42)

automóvel(39)

trânsito(33)

energia(30)

portagens(27)

todas as tags

links

arquivos

Setembro 2017

Julho 2017

Junho 2017

Janeiro 2017

Setembro 2016

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006