Sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2008

Conhecer o país de comboio

A CP apresenta várias propostas bastante interessantes para quem queira descobrir Portugal de comboio ou desfrutar dalgumas das belas paisagens do nosso país. São iniciativas louváveis num país cuja lógica de desenvolvimento tem estado paulatinamente associada a empreendimentos de betão ou de asfalto ou a combinações bizarras de ambos. Ao se participar e contribuir nos programas desenhados pela CP, permite-se que o cliente percorra duma forma cómoda lugares esquecidos ou pouco percorridos e indubitavelmente belos de Portugal.

 

Considero que a oferta da CP se classifica em dois grupos:

 

­        O cartão intra-rail, direccionado preferencialmente para os jovens (até aos 30 anos) e que garante a viagem e estadia em qualquer zona do país e em qualquer percurso ferroviário, com excepção do Alfa pendular; esta opção é perfeitamente compreensível uma vez que o objectivo não é o chegar, não é a pressa, mas sim o apelo à apreciação da transitoriedade, do estar entre dois pontos. Com o cartão xcape a estadia resume-se à noite de sábado e domingo e está limitada a apenas uma zona, o que é mais do que o adequado para uma escapadela de fim-de-semana; com o cartão xplore, a oferta inclui duas zonas adjacentes e 9 noites com meia pensão. Os preços rondam os 49€ e os 159€, respectivamente, se os clientes possuírem cartão-jovem.

 

­        Os roteiros da natureza, construídos em parceria com a LPN pretendem a exploração de alguns dos nossos parques naturais através de formas sustentáveis de transporte, como o comboio e ao mesmo tempo alertando para a importância de tais ecossistemas como suportes duma envolvente ecológica diversificada e também frágil. Estão previstos vários percursos com o apoio respectivo de folhetos que indicam os percursos recomendados e assinalam o património antropológico e arquitectónico dos parques, sublinhando as principais espécies associadas à paisagem.

 

 

Numa nação cujos governantes têm escolhido desbaratar o dinheiro público e de Bruxelas em cimento e auto-estradas redundantes, numa nação em que a desertificação é acentuada e as linhas ferroviárias tendem a desaparecer, algumas linhas de comboio parecem poder ser revitalizadas apenas com o turismo. Está na hora de apreciarmos o que temos.

publicado por TMC às 17:19
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De José M. Sousa a 15 de Fevereiro de 2008 às 20:56
Obrigado pela sugestão

Comentar post

subscrever feeds

Google (lousy) Translation

autores

pesquisar

posts recentes

Nova rede ciclável de Lis...

Caça à multa ou ao dispar...

O estacionamento como fun...

Tuk-tuks e as bicicletas,...

Os peões e as bicicletas ...

O excesso de velocidade d...

A mobilidade sustentável ...

O lado "verde" do apoio a...

10 Dicas para a bicicleta...

A EMEL vai investir 40 mi...

tags

lisboa(222)

ditadura do automóvel(211)

ambiente(204)

bicicleta(157)

cidades(113)

portugal(112)

peões(102)

sinistralidade(74)

carro-dependência(67)

estacionamento(67)

transportes públicos(66)

bicicultura(62)

economia(57)

espaço público(57)

comboio(48)

auto-estradas(42)

automóvel(38)

trânsito(31)

energia(30)

portagens(27)

todas as tags

links

arquivos

Setembro 2016

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006