Segunda-feira, 24 de Setembro de 2007

Apanhado de Notícias da Semana da Mobilidade

  • CML iniciou rebaixamento de passeios em Campo de Ourique, com o objectivo de ajudar os peões, principalmente os idosos, os deficientes em cadeiras de rodas e os carrinhos de bebé. Embora seja uma boa medida, fica no ar a dúvida levantada pelo blogue Os Verdes em Lisboa: porque é que são os passeios a serem rebaixados e não o asfalto a ser levantado. E não é só uma questão de simbolismo.
  • Depois de uma dúzia de alterações, os bilhetes de transportes públicos em Lisboa vão finalmente ser (ligeiramente) intermodais. Ou seja os utentes só necessitaram de ter um cartão, que vai servir para o Metro e a Carris. A solução passa por ter um bilhete que se carrega com valores em euros, em vez de "uma viagem obrigatoriamente de autocarro" ou "três viagens obrigatoriamente de metro".  Fico sem perceber porque se insiste em complicar, e não se usa o sistema holandês onde um bilhete tem N unidades, e se usa um número diferente consoante a viagem, e funciona em todos os transportes públicos do país.
  • Depois de anos a promover a compra de automóveis em detrimento da bicicleta, a China, que enfrenta graves problemas de saúde pública, aderiu ao dia-sem-carros em mais de 100 cidades. Mas há também relatos que dizem que foi para ocidental ler e não ver.
  • O dia-sem-carros em Lisboa, acabou por não ser um dia-sem-carros mas um dia sem trânsito nenhum, excepto bicicletas. Lembro que nas primeiras edições apenas os automóveis privados estavam proibidos de circular. Desta vez os autocarros e os taxis não escaparam. Embora tenha sido uma dia simpático, passa a mensagem errada. Em vez de se tentar mostrar que a cidade pode viver sem automóveis privados, e que o dia-sem-carros poderia ser um dia banal do quotidiano, fica logo bem claro à partida que é um dia excepcional sem nenhuma lição para tirar.
P.S. Que as minhas bocas não escamoteiem o essencial: são todas excelentes notícias.
publicado por MC às 18:47
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De anabananasplit a 24 de Setembro de 2007 às 21:13
Eu não gosto de lombas. Não devíamos precisar delas para sermos civilizados. As melhores são aquelas tipo plataforma, como sabes, mas penso que a estrada não devia estar polvilhada de obstáculos que numa emergência não possas facilmente remover. Imagina o que é para as ambulâncias, polícias, bombeiros e simples cidadãos em marcha de emergência ter que passar o mais depressa possível por troços de estrada com lombas a cada 50 metros... :-(
De MC a 26 de Setembro de 2007 às 09:12
O que acontece nos "nortes" é que só existem estas lombas dentro dos bairros. Assim só apanhas poucas lombas num pequeno percurso se estiveres numa urgência, ou seja até chegares a uma rua principal.

E concordo (já concordei pelo menos) qd dizes que não deveríamos precisar delas para sermos civilizados. Um pouco como os pilaretes, que são horríveis,e deveriam ser dispensáveis. Mas quando noto que houve muitos países que resolveram a questão com pilaretes, quer dizer que desistiram de resolver o estacionamento ilegal sem ser à bruta.
De Diogo Moura a 24 de Setembro de 2007 às 22:54
Ler moção em http://cds-pp-lisboa.blogspot.com/2007/09/mobilidade-deputados-municipais-do-cds.html
De MC a 26 de Setembro de 2007 às 09:07
Parabéns ao CDS-Lisboa.
Concordo com tudo, excepto numa coisa. O dia sem carros é obviamente um dia simbólico, mas todos os "dias temáticos" são simbólicos, até o 10 de Junho. Ele é importante porque nos lembra todos os anos, do mal que estamos a fazer às nossas cidades e às nossas vidas com este paradigma de mobilidade.

Resta a boquinha do costume, que aliás se aplica a todos os partidos que já tiverem poder executivo (porque os nunca tiveram responsabilidades governativas e logo nunca cometeram erros, julgam ter uma autoridade moral superior) onde é que estavam quando apoiavam Carmona e Santana na CML e eles gastaram 20 milhões dos lisboetas no buraco do Marquês e se perderam 6 anos em que pouco foi feito?
Bom comunicado!
De João a 29 de Setembro de 2007 às 16:08
Olhem que no dia sem carros havia muitos táxis e autocarros, pelo menos à tarde quando passei pela ruas cortadas...
Eu tenho alguma resistência aos táxis, pois ia sendo atropelado por vários enquanto circulava mais lentamente que noutros dias.

Comentar post

subscrever feeds

Google (lousy) Translation

autores

pesquisar

posts recentes

Não podemos estar indifer...

É fisicamente impossível ...

Se o estacionamento não f...

O planeamento urbano cent...

Mais estradas não resolve...

E também não, um carro em...

Não, um carro estacionado...

Até na OMS há preocupaçõe...

Os supermercados que cobr...

Até as multas ao estacion...

tags

lisboa(224)

ditadura do automóvel(216)

ambiente(208)

bicicleta(157)

cidades(114)

portugal(113)

peões(103)

sinistralidade(74)

estacionamento(71)

carro-dependência(67)

transportes públicos(66)

bicicultura(62)

economia(58)

espaço público(58)

comboio(48)

auto-estradas(42)

automóvel(39)

trânsito(33)

energia(30)

portagens(27)

todas as tags

links

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Julho 2017

Junho 2017

Janeiro 2017

Setembro 2016

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006