Quinta-feira, 6 de Setembro de 2007

O trânsito em Lisboa e os guias turísticos

É do senso comum que os portugueses ligam muito à opinião dos outros. Talvez daí a expressão para inglês ver. Arrumar tudo à pressa e para debaixo do tapete: à superfície tudo brilha impecavelmente, enquanto que as bases tremem e apodrecem.

 

Segue uma recolha sobre os parágrafos dedicados ao tráfego da capital, presentes nos principais guias turísticos disponíveis no mercado. Palavras para quê? 

 

Guia American Express

 

As pontes de Lisboa

 

Uma das mais famosas referências de Lisboa, a ponte 25 de Abril estabelece a principal ligação entre a cidade, Almada, e a margem sul do Tejo. Construída nos anos 60, quando os carros eram ainda poucos em Portugal, ficou congestionada de trânsito nos finais dos anos 80. Nos anos 90, foram abertas mais vias e construída uma linha de caminho de ferro por baixo para melhorar o trânsito.

 

Como circular em Lisboa

 

Lisboa é uma cidade agradável de explorar. A melhor maneira de o fazer é a pé, mas tem muitas subidas íngremes que fatigarão até o turista em melhor forma física. Os eléctricos e os elevadores são um descanso para o turista fatigado e oferecem excelentes vistas. São uma experiência única, mas podem não ser um meio de transporte eficiente, por isso os autocarros e o metro são uma escolha mais acertada. Conduzir um carro pela cidade não é muito recomendável: a cidade sofre de um engarrafamento quase crónico e o seu plano de ruas é cheio de surpresas inesperadas. Como resultado os condutores são impacientes. Contudo, os táxis oferecem o conforto dos automóveis e são baratos.

 

Como conduzir em Lisboa

 

Não é aconselhável conduzir um automóvel no centro de Lisboa. O tráfego é muito intenso e estacionar o carro pode ser muito difícil, apesar da construção recente de parques subterrâneos. Há muitas ruas de sentido único, o que torna a condução difícil. (...) Se necessitar de conduzir em Lisboa, não perca a calma e evite as horas de ponta, entre as 8h e as 10h e as 17h30 e 20h. Conduzir ao fim de semana é mais fácil. Acima de tudo, tente manter a calma mesmo que o outro condutor se mostrar agressivo. Também é preciso cuidado com os peões, pois as passadeiras estão mal assinaladas e os lisboetas preferem atravessar onde lhes convém.

 

Guia Footprint Lisbon, por Caroline Lascome

 

Car driving in Lisbon and in Portugal for that matter is a hair raising experience. With incessant honking, constant rear-ending, a toxic riot of fumes and unbridled road rage, it’s certainly not for faint hearted.

 

Getting around by car

 

When you have arrived by car, driving in the city is to be avoided. All the main sites are easily accessible on foot or by public transport and attempting to negotiate reckless traffic, precarious construction, complicated one way systems and the slender alleys of the older parts of the city can be horrendous.

 

Tram

 

A helter-skelter ride on one of Lisbon’s ancient emblematic trams is the most enjoyable way to get around Lisbon.

 

Inside Pocket Guide (Discovery Channel)

 

Bus/Tram

 

Lisbon can be packed with traffic, but the buses and trams go everywhere at a surprising speed – except for rush hours – avoid them.

 

Car

 

It’s no pleasure driving around the city (…)

 

Guia Verde Michelin

 

Nesta cidade compacta, de ruas estreitas, a densidade de circulação e a dificuldade de estacionar, fazem com que seja geralmente preferível deslocar-se a pé ou usando os transportes públicos sempre que possível.

 

Lisboa de automóvel

 

O visitante aperceber-se-á que, frequentemente, em Lisboa, o automóvel é mais um fardo que uma ajuda. Durante o dia, o trânsito pode ser caótico e as pequenas ruas dos bairros do centro ficam rapidamente congestionadas. Além disso, encontrar um lugar de estacionamento pode tornar-se um autêntico quebra-cabeças.

Embora os parquímetros não tenham invadido ainda as ruas de Lisboa, terá dificuldade em encontrar um lugar onde pretenda estacionar (...). Dada a excelente rede de transportes públicos e a densidade do centro da cidade, aconselhamos que deixe o carro em casa ou na garagem do hotel. Note-se que, regra geral, apenas os grandes hotéis modernos têm Parques de Estacionamento.

 

Como o futuro hotel do quartel da Graça. Não é Carmona?

 

Spiral Guide Portugal

 

Driving standards are generally poor and Portugal has one of the highest accident rates in Europe.  

publicado por TMC às 15:01
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Zé da Burra o Alentejano a 12 de Setembro de 2007 às 11:27
Já o tenho feito, mas é sempre muito complicado andar-se de automóvel numa grande cidade que, ainda por cima, nos é desconhecida. Evito-o mais possível!

Com novos aparelhos GPS essa é hoje uma tarefa mais simplificada, principalmente se for acompanhado com alguém que o possa ir ajudando com os mapas.

Zé da Burra o Alentejano

Comentar post

subscrever feeds

Google (lousy) Translation

autores

pesquisar

posts recentes

Se o estacionamento não f...

O planeamento urbano cent...

Mais estradas não resolve...

E também não, um carro em...

Não, um carro estacionado...

Até na OMS há preocupaçõe...

Os supermercados que cobr...

Até as multas ao estacion...

Comércio local cresce

Ferrovia vs Rodovia em Po...

tags

lisboa(224)

ditadura do automóvel(214)

ambiente(208)

bicicleta(157)

cidades(114)

portugal(113)

peões(103)

sinistralidade(74)

estacionamento(71)

carro-dependência(67)

transportes públicos(66)

bicicultura(62)

economia(58)

espaço público(58)

comboio(48)

auto-estradas(42)

automóvel(39)

trânsito(33)

energia(30)

portagens(27)

todas as tags

links

arquivos

Julho 2017

Junho 2017

Janeiro 2017

Setembro 2016

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006