Segunda-feira, 3 de Setembro de 2007

Utopia?

Imagine uma cidade sem automóveis.
Isso mesmo, apenas com transportes públicos e peões.
As praças, as ruas e as avenidas são para as pessoas.
Sem acidentes.
Sem ruído.
Sem stress do trânsito.
Sem pára-arranca nem buzinadelas.
Sem ruas sem carácter e desumanas.
As praças são praças, não são parques de estacionamento.
Com crianças a brincar na rua.
Total liberdade para deambular pelas avenidas e ruelas.
Esplanadas agradáveis em cada esquina.
Ar puro.
As pessoas passeando nas ruas e não nos centros comerciais.
Uma cidade cheia de vida.

Qualquer um dirá que isto é utópico, e que não passa pela cabeça de ninguém. Pois bem, esta cidade existe. E não se encontra num país pobre sem dinheiro para automóveis. Existe num dos países mais desenvolvidos do mundo, tem 250 mil habitantes e tem vida própria. De certeza que a conhece, e provavelmente já lá esteve. Chama-se Veneza.

Nota: Não! Não estou a advogar o fim dos automóveis nas cidades.
publicado por MC às 20:42
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Ricardo a 4 de Setembro de 2007 às 01:53
Não resisto a perguntar-me isto...será caótico o trânsito de gôndolas?!
De MC a 4 de Setembro de 2007 às 08:18
Ah! ah! ah!.. :)
Gôndolas já há poucas, são só para turistas. O que há são barcos de carga, de transporte público e taxis, todos a motor. Embora haja bastante trânsito, não chega a ser caótico, nem a formarem-se filas.

De Zé da Burra o Alentejano a 4 de Setembro de 2007 às 10:21
Sim! Já estive em Veneza e realmente na zona interna, onde se encontram os canais e também nalgumas ilhas não há realmente automóveis: Aí o veículo corrente é o barco, mas não pensem os mais ingénuos que são apenas as gôndolas. Não! essas são sobretudo para os turistas. Os habitantes e utilizadores da cidade viajam em barcos com MOTOR: pequenas lanchas a motor particulares ou os barcos A MOTOR de transporte colectivo, os chamados vaporetos (embora já não sejam a vapor. Nessa altura deveria ser também uma poluição apreciável). Lá o barco é "rei", até as ambulâncias são pequenos barcos A MOTOR. É uma cidade muito bela, só é pena A POLUIÇÃO QUE SE OBSERVA NOS CANAIS DA CIDADE: Aquela água escura dos canais com cheiro putrefacto, o que é compreensível pois os esgotos têm que ir para algum lado. Porém os inconvenientes são perfeitamente compensados pela beleza intemporal da cidade que merece bem uma visita.
Há que destacar que a maior parte das pessoas que vemos em Veneza não são verdadeiros venezianos, não habitam lá, vêm de fora da laguna, diariamente , trabalhar em Veneza.
Boa viagem até Veneza.

Zé da Burra o Alentejano
De MC a 4 de Setembro de 2007 às 11:22
Veio tarde demais o comentário.. Já eu próprio tinha escrito que havia barcos a motor.
E nada do que escreveu contraria o que escrevi no post. Falei apenas na ausência de automóveis...
De Zé da Burra... a 4 de Setembro de 2007 às 16:14
Sim! reforcei a sua informação. Reparou naquele pormenor das ambulâncias venezianas?
Mas juntei mais informação:
1.º) O facto da poluição dos canais e do cheiro que exalam em virtude das descargas de esgotos para os canais;
2.º) Realcei também o facto da maior parte das pessoas que labutam em Veneza serem dos arredores e irem lá diariamente para trabalhar.

Porém, a cidade não desmerece a visita, antes pelo contrário.

Zé da Burra o Alentejano
De Claudia a 4 de Setembro de 2007 às 18:50
Esse é o motivo pelo qual adorei Veneza!!
De xico a 26 de Março de 2009 às 19:21
este post é uma utopia..

Comentar post

subscrever feeds

Google (lousy) Translation

autores

pesquisar

posts recentes

Nova rede ciclável de Lis...

Caça à multa ou ao dispar...

O estacionamento como fun...

Tuk-tuks e as bicicletas,...

Os peões e as bicicletas ...

O excesso de velocidade d...

A mobilidade sustentável ...

O lado "verde" do apoio a...

10 Dicas para a bicicleta...

A EMEL vai investir 40 mi...

tags

lisboa(222)

ditadura do automóvel(211)

ambiente(204)

bicicleta(157)

cidades(113)

portugal(112)

peões(102)

sinistralidade(74)

carro-dependência(67)

estacionamento(67)

transportes públicos(66)

bicicultura(62)

economia(57)

espaço público(57)

comboio(48)

auto-estradas(42)

automóvel(38)

trânsito(31)

energia(30)

portagens(27)

todas as tags

links

arquivos

Setembro 2016

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006