Segunda-feira, 28 de Maio de 2007

Programa da CDU para Lisboa

Alguns pontos (deixei de fora os mais consensuais) retirados do programa da candidatura de Ruben de Carvalho à CML:
(a azul os meus comentários... por razões "técnicas" tiveram que ficar em itálico)

Objectivos estratégicos

Dar prioridade absoluta às vias circulares.
Melhorar os ‘interfaces’ de entrada na cidade, incrementando os estacionamentos, melhorando a articulação de transportes e incentivando o uso de transportes públicos dentro da cidade;
Contribuir para a definição de novos eixos de circulação, que afastem do centro o transito de passagem e permitam a fruição das zonas históricas centrais como áreas de vivência urbana;
Continuar a construir nas zonas históricas áreas de estacionamento, nomeadamente em silo, para uso de moradores e de visitantes.

Prioridade

Como medida global, deverá ser reformulada a Autoridade Metropolitana de Transportes, (...) que exerça um papel na organização e coordenação dos vários operadores dos transportes públicos.

1. Acessibilidades e espaços públicos

Reformular o Túnel do Marquês, que deve emergir, no limite, na Rua Castilho. (espero que não seja um ponto de 2005 que tenha ficado esquecido para 2007. Se for realmente para manter os parabéns pela coragem política de defender o encerramento de uma infra-estrutura que só serve os automóveis ligeiros)
Exigir a conclusão das Circulares ao Eixo Norte/Sul, a radial da Pontinha e de Benfica e a CRIL (mais e mais estradas dentro da cidade?)
Concluir a reformulação da Av. Santos e Castro e as vias estruturantes da Alta de Lisboa
Concluir a ligação Olaias/Av. Infante D. Henrique
Aumentar as faixas “bus” e fiscalizar as cargas e descargas.

2. Mobilidade do peão

Dar combate à colocação de obstáculos nos passeios e fiscalizar rigorosamente o estacionamento irregular e a ocupação dos passeios
Utilizar equipamentos limitativos da velocidade, nos locais mais perigosos
Restringir a circulação de veículos em zonas centrais.

3. Estacionamento

Construir parques de estacionamento para residentes, subterrâneos, em superfície ou em altura e parques dissuasores à entrada da Cidade (...)

4. Sistema de transportes

Incrementar e valorizar a importância das empresas públicas de transportes (CP, Metro, Carris), impedindo o seu desmembramento, privatização ou municipalização, assim como os despedimentos de trabalhadores e valorizar o serviço público de transportes (impedir a municipalização?! Uma das principais queixas de quem tem estado à frente da CML nas últimas décadas é exactamente a independência da Carris que impede que haja uma política integrada de mobilidade no concelho)
Exigir o alargamento das coroas do passe social inter-modal e torná-lo extensivo a todos os operadores, como alternativa ao transporte individual, no acesso à Cidade (fundamental)
(...) estudar a expansão [do metro] a zonas de forte densidade habitacional, tais como Alcântara/ Ajuda e Sapadores/Graça
Intervir junto da Carris para repor as carreiras que tem vindo a suprimir e para a construção de linhas radiais e circulares de eléctricos rápidos em caminho reservado e a sua articulação com a recuperação dos eléctricos de colina.
Valorizar o papel dos táxis
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Estudar a viabilidade de utilização do GNV (gás natural veicular), como combustível para os táxis em circulação na cidade, bem como para utilização em veículos da frota municipal.

Nem uma palavra para a bicicleta como meio de transporte.
tags: ,
publicado por MC às 19:36
link do post | comentar | favorito

subscrever feeds

Google (lousy) Translation

autores

pesquisar

posts recentes

Não podemos estar indifer...

É fisicamente impossível ...

Se o estacionamento não f...

O planeamento urbano cent...

Mais estradas não resolve...

E também não, um carro em...

Não, um carro estacionado...

Até na OMS há preocupaçõe...

Os supermercados que cobr...

Até as multas ao estacion...

tags

lisboa(224)

ditadura do automóvel(216)

ambiente(208)

bicicleta(157)

cidades(114)

portugal(113)

peões(103)

sinistralidade(74)

estacionamento(71)

carro-dependência(67)

transportes públicos(66)

bicicultura(62)

economia(58)

espaço público(58)

comboio(48)

auto-estradas(42)

automóvel(39)

trânsito(33)

energia(30)

portagens(27)

todas as tags

links

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Julho 2017

Junho 2017

Janeiro 2017

Setembro 2016

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006