Quinta-feira, 10 de Maio de 2007

Carro-dependência sempre a crescer em Portugal

Notícia da Agência Financeira sobre um estudo da Marktest (não disponível online):

O número de portugueses que usam o automóvel diariamente, nas suas deslocações aumentou em 50 por cento, na última década.
Segundo os resultados do Consumidor, da Marktest são 3.900 mil os residentes no Continente com 15 e mais anos que dizem que usam o automóvel nas suas deslocações diárias, um número que corresponde a 46,9% do universo em estudo.
Desde 1996, este valor aumentou 50%. Naquele ano, o Consumidor indicava que 31,2% dos indivíduos utilizam automóvel diariamente, um número que passa para 46,9% em 2006.
(...)
A idade e a classe social também apresentam oscilações significativas, com 68,7% dos jovens entre os 25 e os 34 anos a afirmar usar diariamente o automóvel nas suas deslocações, um valor que baixa para os 15,9% junto dos idosos com mais de 64 anos. Na classe alta e média alta, são 67,6% os utilizadores diários destes veículos, face aos 24% da classe baixa.
Também entre os dois sexos se registam valores diferenciados, com a maioria, 57,2%, dos homens a usar automóvel nas deslocações diárias, face aos 37,6% das mulheres que também o faz.
Entre as regiões é onde se registam menores diferenças, com os valores a oscilar entre 51,3% no Litoral Norte e os 44,4% no Sul.

Acho que o dado mais preocupante é o valor dos jovens, onde é claro que a ostentação (ao bom estilo novo-rico)  tem um papel muito importante. Quem não se lembra da moda imbecil que havia há uns 3 anos, em que os meninos e meninas andavam com a chave do carro pendurada ao pescoço para mostrar que tinham carro da marca X. Um aluno meu chegou a dizer, meio a brincar, que era para arranjar gajas...
publicado por MC às 19:34
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De dottoratoamilano a 10 de Maio de 2007 às 21:28
Lamentável... fico triste com esta notícia.

Comentar post

subscrever feeds

Google (lousy) Translation

autores

pesquisar

posts recentes

Comércio local cresce

Ferrovia vs Rodovia em Po...

Dieselgate, só por si, ca...

Emissões da rodovia aumen...

Emissões CO2 de baterias ...

Santos Populares vs Carro...

Documentário de 1973 da R...

Acabou a maior vergonha n...

Nova rede ciclável de Lis...

Caça à multa ou ao dispar...

tags

lisboa(224)

ditadura do automóvel(211)

ambiente(208)

bicicleta(157)

cidades(114)

portugal(113)

peões(103)

sinistralidade(74)

estacionamento(68)

carro-dependência(67)

transportes públicos(66)

bicicultura(62)

economia(57)

espaço público(57)

comboio(48)

auto-estradas(42)

automóvel(39)

trânsito(31)

energia(30)

portagens(27)

todas as tags

links

arquivos

Junho 2017

Janeiro 2017

Setembro 2016

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006