Segunda-feira, 3 de Janeiro de 2011

Av. Brasil: manual da hegemonia automóvel no espaço público II

(primeira parte)

A Avenida do Brasil em Lisboa é um triste exemplo de como temos deixado o espaço das nossas cidades ser conquistado pelo automóvel. Esta avenida é particularmente interessante por ser uma avenida (1) moderna, (2) larga, (3) numa das áreas onde houve planeamento urbano digno desse nome, (4) central, (5) com metro a 300m, (6) servida por imensos autocarros, (7) foi abençoada pelo plano de ciclovias, resumindo, teria tudo para ser um bom exemplo.

 

4. Estacionamento ilegal no passeio

 

Não seria uma avenida lisboeta se não houvesse dezenas de carros no passeio 24h por dia. Seja a meio,

seja em frente às travessias dos peões.

5. Circulação de carros no passeio

 

Outro clássico de Lisboa

6. Estacionamento LEGAL no passeio

 

A Avenida do Brasil é um dos casos onde um ignóbil presidente da junta decidiu legalizar a ocupação do espaço do peão.

 

 


 

O Gonçalo encontrou uma foto que mostra na perfeição que o principal problema do automóvel na cidade, o seu tamanho, não se resume ao espaço que ocupa. Repare-se no espaço que é preciso dedicar a um automóvel para ele poder estacionar:

 

publicado por MC às 19:06
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Miguel a 5 de Janeiro de 2011 às 15:01
"5. Circulação de carros no passeio"

Espera aí, tu estás a dizer que é normal haver carros a circular no passeio em Lisboa? Arre, ao que isso chegou! Ainda bem que deixei de ir a essa terra!
De MC a 5 de Janeiro de 2011 às 16:00
Normal, normal, não é. Eles "circulam" para chegar a sítio para estacionar no passeio.
Mas nunca vi nenhum peão fazer cara de espantado quando isso acontece.

Comentar post

subscrever feeds

Google (lousy) Translation

autores

pesquisar

posts recentes

Não podemos estar indifer...

É fisicamente impossível ...

Se o estacionamento não f...

O planeamento urbano cent...

Mais estradas não resolve...

E também não, um carro em...

Não, um carro estacionado...

Até na OMS há preocupaçõe...

Os supermercados que cobr...

Até as multas ao estacion...

tags

lisboa(224)

ditadura do automóvel(216)

ambiente(208)

bicicleta(157)

cidades(114)

portugal(113)

peões(103)

sinistralidade(74)

estacionamento(71)

carro-dependência(67)

transportes públicos(66)

bicicultura(62)

economia(58)

espaço público(58)

comboio(48)

auto-estradas(42)

automóvel(39)

trânsito(33)

energia(30)

portagens(27)

todas as tags

links

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Julho 2017

Junho 2017

Janeiro 2017

Setembro 2016

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006