Sábado, 14 de Agosto de 2010

Carros elétricos, multas, capacetes, economia e faixas BUS

O Liberation levanta várias dúvidas sobre os benefícios do carro elétrico, a propósito do Salão Automóvel de Francoforte. As emissões de CO2 são semelhantes ao carro com motor de combustão (dado o mix energético europeu), as baterias são muito caras, e há falta de matéria prima para as produzir.

 

Na Suiça, onde as multas de trânsito dependem da riqueza de cada um, há quem corra o risco de pagar 800 mil euros por excesso de velocidade.

 

O Ma Fyn Bach apanhou um artigo científico de saúde pública, onde se defende que as desvantagens do uso do capacete na bicicleta são 20 vezes piores que os benefícios. A ideia já a mencionei, obrigar ao uso do capacete passa a ideia que a bicicleta é perigosa, desincentivando fortemente o seu uso e os seus benefícios para a saúde pública.

 

O Greg Mankiw recomenda um artigo de Holman Jenkins onde se explica porque é que o aumento dos combustíveis é uma medida mais sensata e eficaz do que regulamentar a eficiência ambiental do automóvel.

 

Petição a assinar: Aumento de corredores BUS em Lisboa

publicado por MC às 15:34
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De Iletrado a 15 de Agosto de 2010 às 00:00
Caro MC
Há uns tempos atrás colocaste uma adivinha aos leitores, sobre qual seria a cidade sem carros. A tua solução era Veneza. Bom, aqui vai uma cidade realmente sem carros: Afuá, Brasil, com cerca de 40 mil habitantes:
http://www.prefeituradeafua.com.br/guia-turistico-afua.asp
http://g1.globo.com/jornalhoje/0,,MUL1438232-16022,00-CONHECA+A+CIDADE+DAS+BICICLETAS.html
http://bicicletanavia.multiply.com/journal/item/53
http://www.giordanosantana.com/2010/07/camelo-nas-ruas-de-afua.html
Boas pedaladas.
De CAV a 16 de Agosto de 2010 às 12:12
Não é a bicicleta que é perigosa. Eu uso capacete porque não vivemos num país cívico e o desrespeito dos automobilistas já foi mais do que provado.
De a_vieira a 17 de Agosto de 2010 às 14:36
O carro eléctrico é o meio de transporte do futuro. E sempre o será...

Acho que o uso de capacetes deve depender de cada um. Eu deixei de usá-lo em meio urbano porque é chato andar com aquilo atrás e com o calor não se pode. Desde então noto que ando mais devagar.

De José M. Sousa a 17 de Agosto de 2010 às 16:39
E em que é que baseia tal profissão de fé?
De José M. Sousa a 17 de Agosto de 2010 às 16:40
Refiro-me ao carro eléctrico, naturalmente.
De a_vieira a 19 de Agosto de 2010 às 13:16
Porque sei que as baterias são pesadas para a quantidade de energia armazenada, caras e não funcionam em economia de escala, e estas desvantagens não foram ultrapassadas nem serão nos próximos anos.
De José M. Sousa a 19 de Agosto de 2010 às 13:40
Ah, ok, entendi mal a frase, pensei exactamente o contrário do que queria dizer. Desculpai :)
De MC a 19 de Agosto de 2010 às 14:31
Ah, ah, ah! Eu também não percebi a ironia.
De Miguel a 17 de Agosto de 2010 às 18:47
Já houve gente em meados do século XIX que disse exactamente isso.
Depois nos anos 70 do século XX chegaram exactamente à mesma conclusão.
Nos anos 90 do mesmo século idem aspas.
E agora em pleno século XXI voltam as promessas dos amanhãs que cantam relativamente ao carro eléctrico.
Nada de novo.
De Nuno Ferreira a 17 de Agosto de 2010 às 18:19
Relativamente ao uso de capacete devo dizer que concordo e nao concordo com o artigo citado.
Se por um lado realmente a obrigacao do uso de capacete faz passar a imagem de que andar de bicicleta eh uma actividade perigosa e que por isso desencoraja o seu uso por outro lado o capacete eh tambem muito util e eficaz.

Passo a dar um exemplo recente.
Eu vivo em Edinburgo, Escocia, uma das capitais europeias mais amigas da bicicleta, e recentemente uma amiga minha teve um acidente de bicicleta em que o capacete podera ter-lhe salvo a vida ou pelo menos ferimentos mais graves do que os que teve. Isto deveu-se nao ao trafico automovel, mas a um peao que atravessou fora da passadeira que fez com que a minha amiga travasse a fundo lancando-a por cima do guiador e de cabeca para o chao. Neste caso o capacete foi essencial para que tenha escpado soh com uns arranhoes e oculos partidos.

Acho que a minha opiniao eh de que embora a lei seja estupida porque passa a imagem de que andar de bicicleta eh perigoso, ao mesmo tempo, a evidencia eh de que como qualquer outra actividade fisica tem realmente os seus perigos. Eu nao sou obrigado a usar sapatos quando saio ah rua, mas por bom senso uso-os para proteger os meus pehs.

Nao vamos demonizar o uso do capacete, trabalhemos isso sim para lhe dar o respectivo contexto.

Comentar post

subscrever feeds

Google (lousy) Translation

autores

pesquisar

posts recentes

Nova rede ciclável de Lis...

Caça à multa ou ao dispar...

O estacionamento como fun...

Tuk-tuks e as bicicletas,...

Os peões e as bicicletas ...

O excesso de velocidade d...

A mobilidade sustentável ...

O lado "verde" do apoio a...

10 Dicas para a bicicleta...

A EMEL vai investir 40 mi...

tags

lisboa(222)

ditadura do automóvel(211)

ambiente(204)

bicicleta(157)

cidades(113)

portugal(112)

peões(102)

sinistralidade(74)

carro-dependência(67)

estacionamento(67)

transportes públicos(66)

bicicultura(62)

economia(57)

espaço público(57)

comboio(48)

auto-estradas(42)

automóvel(38)

trânsito(31)

energia(30)

portagens(27)

todas as tags

links

arquivos

Setembro 2016

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006