Quarta-feira, 19 de Maio de 2010

Ao automobilista ansioso por ultrapassar o ciclista

Os motociclistas conseguem ultrapassar-me, não se sentem incomodados com a minha presença.

O problema não é eu ser lento, é tu seres grande demais.

publicado por MC às 18:19
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Nuno Milheiro a 22 de Maio de 2010 às 01:49
Por acaso é uma coisa que tenho observado, o automobilista quando se encontra atrás dum ciclista tende a acelerar para ultrapassá-lo, mesmo que na ausência do ciclista fosse a uma velocidade que não tornasse necessária a manobra. Alguém tem fontes para uma explicação deste fenómeno, e formas de o prevenir, ou pelo menos ornar menos perigiso?
De Paulo Leal a 24 de Maio de 2010 às 19:40
Olá.
Como condutor de automóvel, tenho exactamente o mm comportamento.
Explico: a verdade é que tenho medo que aconteça alguma coisa ao ciclista e este ainda me venha parar debaixo do carro. Dificilmente viveria com isso na consciência.
Prefiro ultrapassá-lo (com segurança) e deixá-lo para trás, onde de certeza estará mais seguro.
Formas para o tornar menos perigoso:... mudar consciências, ou hábitos?! Se é perigoso até de carro!
De Miguel Barroso a 6 de Junho de 2010 às 01:07
"O problema não é eu ser lento, é tu seres grande demais."

Excelente frase: acho que vou imprimir isso, e colar na traseira da bicicleta!
De goodfeeling a 22 de Junho de 2010 às 13:52
Os ciclistas também deveriam acrescentar:

"E eu não tenho seguro!".

Esta frase assusta qualquer condutor de automóvel que se aproxime da bicicleta.

Comentar post

subscrever feeds

Google (lousy) Translation

autores

pesquisar

posts recentes

Comércio local cresce

Ferrovia vs Rodovia em Po...

Dieselgate, só por si, ca...

Emissões da rodovia aumen...

Emissões CO2 de baterias ...

Santos Populares vs Carro...

Documentário de 1973 da R...

Acabou a maior vergonha n...

Nova rede ciclável de Lis...

Caça à multa ou ao dispar...

tags

lisboa(224)

ditadura do automóvel(211)

ambiente(208)

bicicleta(157)

cidades(114)

portugal(113)

peões(103)

sinistralidade(74)

estacionamento(68)

carro-dependência(67)

transportes públicos(66)

bicicultura(62)

economia(57)

espaço público(57)

comboio(48)

auto-estradas(42)

automóvel(39)

trânsito(31)

energia(30)

portagens(27)

todas as tags

links

arquivos

Junho 2017

Janeiro 2017

Setembro 2016

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006