Quinta-feira, 15 de Outubro de 2009

Adivinha: Qual é a cidade qual é ela III

(últimas pistas para uma adivinha que só tem uma solução)

 

Qual é a cidade qual é ela, onde

os graúdos ajudam os miúdos a saltar à corda no meio de qualquer praça,
o pior que pode acontecer ao atravessar a rua é levar um encontrão,

os miúdos pintam o alcatrão no meio da rua à vontade,
dois amigos se cumprimentam sempre que se cruzam, em vez de se buzinarem,
não há uns compartimentos barulhentos e outros calmos nas casas, porque todos são calmos,
não existem viadutos e auto-estradas a rasgar e destruir os bairros?

publicado por MC às 13:06
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De joaotorto a 15 de Outubro de 2009 às 16:30
Acho que já ninguem tem palpites
De joaotorto a 15 de Outubro de 2009 às 16:33
Medina?
De JC Duarte a 15 de Outubro de 2009 às 20:37
Consigo imaginar assim as cidades de Lhasa, Thimphu ou San Pedro de Atacama.
No entanto, não creio que em alguma delas hajam trotinetes ou patins. Talvez bicicletas, mas não garanto.
De MC a 15 de Outubro de 2009 às 22:35
Nem pensei em Lhasa... que não conheço. Thimphu, pelas fotos que vejo na internet não poderia ser.
San Pedro de Atacama julgo que nem chega a ser cidade.. só local de férias para teenagers.
De Joana a 15 de Outubro de 2009 às 21:33
A cidade velha de Fez
De MC a 15 de Outubro de 2009 às 22:31
:)
Mal escrevi que só havia uma solução, reparei que estava a mentir. Fez também seria uma solução válida.
De TMC a 15 de Outubro de 2009 às 22:56
Pode ser impaciência mas tenho a certeza que essa cidade não existe. A falta de condições concretas adiantas pelo Miguel para o "tipo de cidade" também não ajuda às suposições. Nenhuma cidade dispensa, ao mesmo tempo, ligações a outras cidades, uma autarquia (que faz a gestão dos problemas), nenhuma cidade (ainda) permanece dentro dos seus limites.

Se dissermos uma cidade turística ou o centro histórico duma cidade estamos a desprezar a sua envolvente que TAMBÉM é cidade. Até Dubrovnik, Split e Veneza têm elementos aparentemente indesejáveis mas que são INEVITÁVEIS. Não se trata de abolir esses elementos mas sim de os GERIR. Parece que se sugere a possibilidade impossível de uma utopia urbana em vez de soluções exequíveis para o dia-a-dia.

Os próprios centros históricos são os locais actualmente mais protegidos dos automóveis porque foram feitos quando não existiam automóveis!
De MC a 16 de Outubro de 2009 às 14:48
Split tem um centro histórico que é muito pequeno em relação ao total. Dubrovnik é pequena.
Em Veneza apenas existe uma estrada até à cidade, com um parque de estacionamento à entrada.

Mas são detalhes irrelevantes.
O importante é que não é só o centro histórico que está livre de carros, como acontece em várias cidades. Os bairros residencias também o são.

Comentar post

subscrever feeds

Google (lousy) Translation

autores

pesquisar

posts recentes

Nova rede ciclável de Lis...

Caça à multa ou ao dispar...

O estacionamento como fun...

Tuk-tuks e as bicicletas,...

Os peões e as bicicletas ...

O excesso de velocidade d...

A mobilidade sustentável ...

O lado "verde" do apoio a...

10 Dicas para a bicicleta...

A EMEL vai investir 40 mi...

tags

lisboa(222)

ditadura do automóvel(211)

ambiente(204)

bicicleta(157)

cidades(113)

portugal(112)

peões(102)

sinistralidade(74)

carro-dependência(67)

estacionamento(67)

transportes públicos(66)

bicicultura(62)

economia(57)

espaço público(57)

comboio(48)

auto-estradas(42)

automóvel(38)

trânsito(31)

energia(30)

portagens(27)

todas as tags

links

arquivos

Setembro 2016

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006