Terça-feira, 18 de Agosto de 2009

Motoretas com carta de carro

Por proposta do PCP, e seguindo uma directiva comunitária ainda por aplicar, foi aprovada uma alteração ao Código da Estrada que permite conduzir motoretas até 125cc com a carta de condução de automóvel.

A ideia é tirar gente dos carros e meter nas motas. Como o espaço ocupado por automóvel é a principal causa dos problemas dos carros nas cidades, esta mudança pode diminuir significativamente o congestionamento, os custos da mobilidade pessoal, a sinistralidade, o espaço roubado à cidade e a poluição (uma mota ainda polui bastante, mas com menos engarrafamentos os consumos serão muito menores que o actual) e facilitar a vida aos peões por não haver estacionamento nos passeios (no espaço de um carro cabem várias motas), nem tempos longuíssimos de espera,, nem 1001 obstáculos na travessia de ruas, etc.

Acho uma alteração claramente positiva, só receio o aumento do ruído. As cidades do sul de Itália não são própriamente simpáticas neste ponto.

O "ideal" seria ter esta mudança a ser feita para motas eléctricas, um pouco menos poluentes e muito menos ruidosas.

 


Sugestão um pouco off-topic: lista de várias ciclovias de lazer em Portugal na Visão, para uns passeio nestas férias.

publicado por MC às 16:40
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Nuno a 19 de Agosto de 2009 às 09:34
A meu ver é incentivar um mal melhor mas não é a solução óptima....
Barulho, acidentes associados ao excesso de velocidade e à falta de preparação para andar em 2 rodas, poluição à mesma seja com "aspiradores" a gasolina ou electricos, espaço ocupado apesar de menor que o de um carro ocupado de forma mais selvagem aos peões nos passeios....
Além disso para quem quer optar pelo transporte mais eficiente acaba normalmente por encontrar nas motas umveículo tão agressivo como o automóvel ou talvez mais ainda...
É curioso que o povo menos eficiente e produtivo da Europa tenha uma obcessão com o transporte o mais rápido possível e não possa se sujeitar aos tempos dos transportes públicos ou à humana velocidade do andar a pé ou de bicla....
De PJ a 20 de Agosto de 2009 às 21:16
sim, isto até é quase uma confirmação q os partidos politicos são todos a mesma.. o resto já sabem.
De MC a 21 de Agosto de 2009 às 12:35
Nuno,
concordo em parte contigo. Prefiro uma mobilidade com transportes públicos, peões e bicicletas a uma mobilidade com motas. Mas olhando apenas para esta medida em concreto - sem pensar no mais geral - acho-a positiva.

Barulho: eu prefiro um carro a uma mota! Por isso falei nas eléctricas.

Poluição: as eléctricas embora também poluam, não fazem localmente. O impacto global é maior que o TP, mas local é muito menor (os problemas de saúde advém dos gases emitidos localmente). Pesando um e outro não sei o que será melhor.

Passeios: A ocupação selvagem do passeio acontece hoje, mas se amanhã houvesse menos 5 carros e mais 5 motas na minha rua, não haveria ocupação do passeio de certeza.

De Pedro a 23 de Agosto de 2009 às 20:49
tambem me parece uma medida positiva.
afinal em lisboa, muita gente vem da periferia, e para essas acredito que a mota sema a melhor alternativa (ok a melhor seria comboio + bina, mas uma scooter ja era melhor que um carro vazio)

e realmente acho que tem logica, porque em todas as cidades nos outros paises alem das binas vêm-se milhares de motas, o que tambem ajuda a reduzir o transito e estacionamento, sendo uma boa alternativa a quem mora na periferia.



Comentar post

subscrever feeds

Google (lousy) Translation

autores

pesquisar

posts recentes

Se o estacionamento não f...

O planeamento urbano cent...

Mais estradas não resolve...

E também não, um carro em...

Não, um carro estacionado...

Até na OMS há preocupaçõe...

Os supermercados que cobr...

Até as multas ao estacion...

Comércio local cresce

Ferrovia vs Rodovia em Po...

tags

lisboa(224)

ditadura do automóvel(214)

ambiente(208)

bicicleta(157)

cidades(114)

portugal(113)

peões(103)

sinistralidade(74)

estacionamento(71)

carro-dependência(67)

transportes públicos(66)

bicicultura(62)

economia(58)

espaço público(58)

comboio(48)

auto-estradas(42)

automóvel(39)

trânsito(33)

energia(30)

portagens(27)

todas as tags

links

arquivos

Julho 2017

Junho 2017

Janeiro 2017

Setembro 2016

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006