Sábado, 10 de Maio de 2008

Chega para lá

Uma bonita solução para arranjar mais estacionamento na Penha de França (Lisboa): meter uma barreira a meio do passeio para ter a certeza que os peões não se lembram de ocupar esse espaço dedicado ao estacionamento.

Gostava de conhecer o génio criador de tamanha obra prima.

 

Algo barbaramente semelhante em Lagos.


Notícia recomendada: A moda das bicicletas dobráveis em Londres na BBC. Há vários depoimentos a explicar como a bicicleta dobrável é um excelente complemento ao transporte público: de casa à estação mais próxima, e da estação final ao emprego.

publicado por MC às 00:20
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De cadeiradopoder a 10 de Maio de 2008 às 18:44
Em Portugal, um poste ou um meco em cima da passadeira é por vezes a única forma de não se estacionar em cima da dita cuja! Erram uns e erram outros.
De Anónimo a 10 de Maio de 2008 às 20:49
o blog bici activismo deixou de existir. por favor eliminem o link
De sergio_alj a 12 de Maio de 2008 às 23:10
Epá, gosto muito deste blog, mas por vezes abusas um bocado!!
Vou falar sobre os carros estacionados em Lagos!!
Se reparares bem (não sei se conheces a cidade, mas eu resido lá), uns 5 metros ao lado existe um jardim (Jardim da Constituição), que tem um ENORME passeio, onde os peões podem circular à vontade!!!
Do outro lado da avenida, também existe um ENORME passeio, só para peões!!!
Portanto, aquele estacionamento é aceitável, naquela zona!!!
De Anónimo a 13 de Maio de 2008 às 10:48
Em Lisboa também temos a Avenida da Liberdade e a da República, que são larguíssimas, porque é que não me deixam ir andar a pé e jogar à bola para lá?? A certas horas e ao fim de semana até sobra imenso espaço porque não circulam muitos carros....
De Strider a 13 de Maio de 2008 às 11:53
Não te deixam ir para lá porque já tens sitios onde podes jogar à bola (i.e. jardins e campos de futebol ou o próprio corredor de tua casa).

Obrigado Sérgio pelo comentário.
De MC a 13 de Maio de 2008 às 22:26
A pergunta era certeira..
Eu até dizia mais. Porque é que não posso organizar um concerto nos Restauradores? Os carros têm sempre ali caminhos paralelos para passar.

A lógica é a mesma da do Sérgio
De MC a 13 de Maio de 2008 às 22:33
Sérgio,
criticar um sinal de trânsito que convida os automóveis a desrespeitar as regras que protegem os "mais fracos", ocupando-lhe o espaço que a eles é dedicado, é abusar?!
Se houvesse um sinal que recomendasse aos peões, que passeassem ali pela avenida dos descobrimentos no meio de alcatrão, será que o abuso seria o sinal ou quem o criticasse?
Aquilo é um PASSEIO... não sei o que preciso de dizer mais.
(E sim, conheço muito bem a zona)

Já agora, se o passeio está ocupado, como é que um peão pode aceder aquela passagem de peões? Vai dar a volta para não chatear o estacionamento?...

Os peões já são preteridos em todo o planeamento urbano (felizmente Lagos tem uma zona pedonal grande, mas também tem ruas sem passeios), ainda vamos abdicar daquele metrito que lhes resta?

Comentar post

subscrever feeds

Google (lousy) Translation

autores

pesquisar

posts recentes

Nova rede ciclável de Lis...

Caça à multa ou ao dispar...

O estacionamento como fun...

Tuk-tuks e as bicicletas,...

Os peões e as bicicletas ...

O excesso de velocidade d...

A mobilidade sustentável ...

O lado "verde" do apoio a...

10 Dicas para a bicicleta...

A EMEL vai investir 40 mi...

tags

lisboa(222)

ditadura do automóvel(211)

ambiente(204)

bicicleta(157)

cidades(113)

portugal(112)

peões(102)

sinistralidade(74)

carro-dependência(67)

estacionamento(67)

transportes públicos(66)

bicicultura(62)

economia(57)

espaço público(57)

comboio(48)

auto-estradas(42)

automóvel(38)

trânsito(31)

energia(30)

portagens(27)

todas as tags

links

arquivos

Setembro 2016

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006