Terça-feira, 15 de Abril de 2008

Londres quer que 30km/h seja norma e 50km/h a excepção

Apesar de já haver 400 zonas com 30km/h (ou melhor 20 milhas/h o que significia 32km/h) em Londres, o actual presidente da Câmara veio apresentar um plano para que os 30km/h passem a ser a norma, e os 50km/h (ou melhor 48km/h) a excepção. Com a primeira introdução de zonas 30km/h, o número de crianças assassinadas ou gravemente feridas por automóveis caiu 60%.

Em Lisboa ainda se insiste em colocar o automóvel à frente das pessoas nas prioridades da cidade, e há quem defenda os 80km/h na cidade, ou seja SETE vezes mais de energia cinética e portanto SETE vezes mais de distância de travagem que os 30km/h. Noutra prova de que mais ou menos 10km/h fazem mesmo a diferença, o que em matematiquês se chama comportamento não-linear, a notícia diz que Nine out of 10 pedestrians will be killed if hit by a car travelling at 40mph, but only one in 40 will die if hit at 20mph.
Fontes: Guardian, Politics.co.uk
publicado por MC às 10:05
link do post | comentar | favorito
12 comentários:
De Strider a 15 de Abril de 2008 às 12:58
Retirado do Dicionário de Língua Portuguesa:
(http://www.priberam.pt/dlpo)

assassinar:
matar deliberadamente, traiçoeiramente ou com premeditação;

Essas crianças foram mortas com premeditação?!
De António C. a 15 de Abril de 2008 às 14:57
foram mortas traiçoeiramente...

Andar deliberadamente acima dos limites de velocidade aumenta a probabilidade de atingir alguém mortalmente. Logo, andar deliberadamente em excesso de velocidade e "por acaso" matar alguém, não é deliberado. é um destino traiçoeiro...

(entenda-se por excesso de velocidade, não o excesso acima do limite legal, mas sim do real limite de segurança... infelizmente, nem sempre coincidem)
De Strider a 15 de Abril de 2008 às 16:39
A Analogia desse exemplo é falsa tal como é considerar assassino o construtor arquitecto /Engenheiro que constrói uma estrutura do qual alguém se suicida por livre vontade (mesmo que essa pessoa trepe todas as barreiras de protecção anti-suicídio ).



Aliás a analogia pode ser ainda mais exagerada.
Somos assassínios cada vez que apanhamos o avião para qualquer lado ou alguém fuma ou bebe ou tomavas qualquer outro risco. Dado que todo o risco tem consequências terceiras, estamos a assumir um destino assassino .

De Tárique a 16 de Abril de 2008 às 12:17
Strider:

Já me foi explicado por vários juristas que juridicamente, homicídio deliberado apenas implica que quem o cometeu tinha consciência de que os seus actos teriam probabilidade alta de levar à morte de alguém.

Por exemplo, já houve "corredores de tuning em contra-mão" condenados por homicídio em primeiro grau.


Acho que podes tentar confirmar isto com um jurista.
De Strider a 16 de Abril de 2008 às 13:13
No que toca ao que os advogados são capazes de provar...temos o exemplo dos EUA..onde se compramos um café demasiado quente que nos queima a lingua processamos a empresa que vendeu o café....condenação moral nem sempre é igual a condenação judicial.
De Strider a 16 de Abril de 2008 às 13:44
"Assásinio" de uma criança usando no transporte colectivos:

http://www.youtube.com/watch?v=EjWhl7163Tk&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=qR3dERvObdk&feature=related

Venham daí os tais advogados!
De Tárique a 16 de Abril de 2008 às 16:07
Strider:

pela tua definição então se alguém te der uma facada só para te aleijar, e tu morreres dos ferimentos, então quem te matou não é um assassino.

devias espreitar e reflectir também sobre esta outra definição

Internet Troll

http://en.wikipedia.org/wiki/Internet_troll
De MC a 16 de Abril de 2008 às 16:45
Cai que nem uma luva... quer dizer, não acredito que o Strider tenha más intenções, mas o resto coincide.
De Strider a 16 de Abril de 2008 às 16:50
Não percebi como é que essa analogia se compara com o que disse...

Radical Environmentalism:

http://en.wikipedia.org/wiki/Radical_environmentalism
De Osvaldo Lucas a 16 de Abril de 2008 às 19:26
http://www.phy.ntnu.edu.tw/ntnujava/index.php?topic=137

De MC a 16 de Abril de 2008 às 22:58
Obrigado! Muito interessante a simulaçáo.
E vem lá os dois pontos que insisto quando consideramos uma velocidade ligeiramente acima: o tempo de travagem é maior (mas linear) e a distância de travagem é muito maior.

Aqui ficam alguns exemplos:
A 30km/h a distância de travagem é 8.75m
A 50km/h 19.5m
A 80km/h 43.2m

Também seria interessante ver a energia cinética vinte metros depois de visto o perigo... ou seja o quão forte é a pancada que o peão leva. Quando tiver pachorra para fazer as contas


Calcular a energia cinét
De Strider a 17 de Abril de 2008 às 11:41
Interessante ...

Comentar post

subscrever feeds

Google (lousy) Translation

autores

pesquisar

posts recentes

Nova rede ciclável de Lis...

Caça à multa ou ao dispar...

O estacionamento como fun...

Tuk-tuks e as bicicletas,...

Os peões e as bicicletas ...

O excesso de velocidade d...

A mobilidade sustentável ...

O lado "verde" do apoio a...

10 Dicas para a bicicleta...

A EMEL vai investir 40 mi...

tags

lisboa(222)

ditadura do automóvel(211)

ambiente(204)

bicicleta(157)

cidades(113)

portugal(112)

peões(102)

sinistralidade(74)

carro-dependência(67)

estacionamento(67)

transportes públicos(66)

bicicultura(62)

economia(57)

espaço público(57)

comboio(48)

auto-estradas(42)

automóvel(38)

trânsito(31)

energia(30)

portagens(27)

todas as tags

links

arquivos

Setembro 2016

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006